Veja dicas de Português para arrebentar na prova do concurso MP SP

Língua Portuguesa contou com o maior quantitativo de questões na prova do último concurso MP SP, realizado em 2015: foram 35 de um total de 80. Muito provavelmente, a disciplina deverá contar com um grande destaque na próxima seleção para oficial de promotoria do Ministério Público do Estado de São Paulo, cujo edital deverá sair nas próximas semanas. Por isso, é fundamental que os futuros candidato dediquem uma atenção especial à matéria.

Para ajudá-los a obter um excelente rendimento na prova de Língua Portuguesa, o Central de Dicas traz desta vez uma entrevista com o professor Dorival Júnior, que aponta a melhor forma de estudar a disciplina para o concurso MP SP.

LEIA TAMBÉM:
Podcast Central do Concurseiro: como fugir das pegadinhas nas provas de Português

Segundo o especialista, os interessados em participar da seleção devem tomar como base o programa do concurso anterior e estudar, desde já, com foco em provas da Fundação Vunesp, que organizou o último certame para a carreira de oficial de promotoria.

“O programa do último concurso é muito bom. Mesmo que a banca mude, o conteúdo se for alterado será muito pouco ou quase nada. A gramática é igual em todo território nacional, independentemente da organizadora. Ainda assim, eu acredito que a Vunesp será a escolhida e, por isso, continuaria estudando pelas questões dessa banca”, recomenda Dorival Júnior.

O professor acredita que a disciplina de Língua Portuguesa deverá contar com o maior número de questões da prova no concurso MP SP, mas explica que a tendência é que ocorra uma pequena redução no quantitativo de perguntas. Ele cita que isso aconteceu, por exemplo, nos certames para investigador e escrivão da Polícia Civil-SP, também contaram com a organização da Vunesp.

“Na verdade, os candidatos não devem se importar se a quantidade de questões será 20, 25 ou 35. O que me preocupa mais é o conteúdo. A Vunesp, por exemplo, pergunta dois ou três assuntos do programa em uma mesma questão”, diz Dorival Júnior, destacando ainda que a banca costuma elaborar provas onde há um equilíbrio entre gramática e interpretação de textos. “Muitas vezes, a gramática está implícita nas questões de interpretação”, alerta.

Na entrevista que pode ser vista abaixo, o professor Dorival Júnior aponta ainda os assuntos que os futuros candidatos devem dar atenção especial no que tange à gramática e interpretação de texto, bem como dá diversas discas para que eles arrebentem na prova de Língua Portuguesa. Confira agora mesmo o terceiro episódio do Central de Dicas para o concurso MP SP.