Quais os segredos para turbinar seu cérebro?

Por Adalberto Pinto, professor da Central de Concursos

É comum que todo concurseiro cometa alguns erros enquanto se prepara para a prova — mas não precisa ser assim. Se você estiver bem informado, poderá notar as armadilhas que surgem pelo caminho e saberá se desviar delas.

Tente observar a si mesmo, de maneira crítica e consciente, para identificar detalhes que podem sabotar você ao longo do percurso.

Por exemplo: a ciência já sabe que o sono é fundamental para a memorização do aprendizado. Portanto, nada de estudar durante toda a madrugada. O ideal é que você durma de oito a dez horas por noite para guardar melhor as informações.

Outro ponto importante é não passar horas seguidas com a cara nos livros. Os intervalos são necessários e ajudam a manter o foco. Isso porque a concentração se esvai em 18 minutos, em média. Uma boa dica é estudar ouvindo música.

Lembre-se também de criar a rotina de revisar matérias vistas em classe: 66% do que se aprende é esquecido quando não ocorre uma revisão nos setes dias seguintes à aula. Você sabia que até os hábitos saudáveis mais simples estão ligados ao bom desempenho? Por isso, comece a colocá-los em prática o quanto antes.

O conselho de ouro é fácil de seguir: beber água durante os estudos e antes da prova pode aumentar em 30% o desempenho – já a desidratação pode piorá-lo em até 10%. A alimentação saudável e balanceada é outra chave para o sucesso.

Para ter uma ideia: a inclusão de peixe no cardápio ao menos uma vez por semana aumenta em 7% o poder do seu cérebro. E os exercícios físicos também auxiliam. Atividades aeróbicas fazem o sangue fluir e mantêm o cérebro oxigenado de maneira mais eficiente, o que contribui para os estudos. Agora que você já sabe de tudo isso, é só colher os frutos.