Entrevista com especialista: Os macetes da prova física

Kátia Regina Fialho da Costa, professora de educação física e condicionamento, conta como não ser eliminado nos Testes de Aptidão Física

Qual é a primeira dica aos concurseiros iniciantes?

KR-Se você for sedentário, procure um professor e busque orientação médica! Muitos descobrem algum problema de saúde durante os treinos. Leve o edital do concurso que você quer ao professor − ele ensinará como fazer os exercícios da forma correta. E não adianta começar três meses antes da prova, se você não praticar exercícios regularmente. Correr 2 quilômetros em 12 minutos é difícil! Tire um tempo de seis meses para se preparar.

Há muitos erros durante a execução dos exercícios?

KR-Sim! Por exemplo: ao fazer flexão e extensão de cotovelo, as mulheres costumam colocar o peso no quadril, em vez de usar a força dos braços. Na hora de fazer o movimento de barra, alguns candidatos também cruzam a perna. E movimentos errados não contam. O candidato pode ser eliminado por errar durante a execução dos exercícios.

E não há segunda chance?

KR-Depende muito do edital. É preciso se atentar a ele − ali está como deve ser feito cada exercício. E também se haverá uma segunda oportunidade.

Quais as dicas para os candidatos?

KR-Treine os exercícios cobrados nas provas que você fará. Muita gente acha que os exercícios de braço resolvem o problema da barra. Mas você precisa dos músculos das costas fortalecidos − não adianta nada trabalhar os braços. Durante a corrida, inspire o ar pelo nariz e solte pela boca para evitar dores no baço.