Concurso PM SP: especialista analisa mudança de organizadora e dá dicas de estudos!

Na última quinta-feira, dia 2 de junho, a Polícia Militar do Estado de São Paulo informou que a Fundação Getúlio Vargas (FGV) foi escolhida como organizadora do concurso PM SP para 2.700 vagas de soldado. O anúncio surpreendeu os futuros candidatos, sobretudo porque a corporação tem um longo histórico de realizar os seus certames com a Fundação Vunesp.

Como a mudança da organizadora, muitos interessados em participar do concurso PM SP passaram a fazer diversos questionamentos: quais são os impactos na mudança da banca? Poderão ocorrer alterações no programa anterior e na estrutura das provas objetivas? Devo alterar a minha estratégia de estudos?

Para esclarecer essas e outras dúvidas, a CENTRAL DE CONCURSOS elaborou um Central de Dicas especial sobre o concurso PM SP, onde o jornalista Luiz Fernando Caldeira entrevistou a professora Viviane Rocha, que é especialista em técnicas de estudos.

De imediato, a professor Viviane Rocha procurou tranquilizar os candidatos quanto à mudança na organizadora. A especialista lembrou que, em 2021, a PM SP também escolheu a FGV como banca do concurso para oficial do Barro Branco – em substituição à Vunesp – e não fez mudanças no que tange ao programa e estrutura de provas.

Por isso, a especialista em técnicas de estudo da CENTRAL DE CONCURSOS acredita que a mesma coisa possa acontecer para o concurso PM SP para 2.700 vagas de soldado, cujo edital será divulgado ainda este mês.

“Se o candidato se organizar e conseguir estudar bem o conteúdo que é comum de se cair, tais como Português, Matemática/RLM, Informática, Administração Pública, História e Geografia Geral do Brasil, e fazer questões de provas anteriores da FGV, ele estará bem preparado. Se alterar qualquer coisa no programa, ele terá tempo hábil para poder fazer ajustes. O que não pode é o aluno esperar o edital sair e não ter estudado aquilo que é básico e que sempre cai”, explicou.

Na entrevista que pode ser assistida abaixo, a professora Viviane Rocha deu várias outras dicas de estudo para os candidatos se adequarem à nova organizadora do concurso PM SP, além de apontar as falhas que não podem ser cometidas durante a preparação.

Confira a seguir: