Concurso PM SP: 7 motivos para participar da seleção

O concurso PM SP para a carreira de soldado, cargo que exige apenas o nível médio, está com inscrições abertas até o dia 20 de julho.

Se você ainda não garantiu a sua participação na seleção ou ainda está em dúvidas se vai ou não se candidatar, a reportagem da CENTRAL DE CONCURSOS elaborou 7 motivos para você não perder essa oportunidade de ingressar na Polícia Militar do Estado de São Paulo e começar a sua preparação agora mesmo! Confira a seguir:

1 – Ampla oferta de vagas

O concurso PM SP tem uma ampla oferta: são 2.700 vagas para soldado, que serão distribuídas por diversas cidades do Estado de São Paulo.

2 – Estabilidade

Aqueles que forem aprovados no concurso PM SP vão conquistar a tão sonhada estabilidade no emprego, já que as contratações ocorrerão pelo regime estatutário. Não há nada melhor do que ter a certeza de que todo mês o seu salário cairá ‘religiosamente’ na conta bancária e que você não será demitido, não é mesmo?

3 – Remuneração

Para um cargo de exige o nível médio como escolaridade, a remuneração é bastante atrativa: R$ 3.875,27 mensais. O valor é composto da seguinte forma: R$1.544,80 de vencimento-base, R$1.544,80 de Regime Especial de Trabalho Policial (RETP) e R$785,67 de insalubridade.

4 – Ganhos extras

Os policiais militares podem ver a sua remuneração ampliar consideravelmente em função da Diária Especial por Jornada Extraordinária de Trabalho Policial Militar (Dejem). A Dejem, que é de R$255,60, sendo limitada a dez diárias mensais, é paga quando o servidor trabalha em suas folgas, por um período de oito horas.

Com isso, é possível o soldado receber uma gratificação de até R$2.550,60. Somando esse valor à remuneração de R$3.875,27, os ganhos mensais podem ultrapassar os R$6 mil.

5 – Regime de plantão

A carga de trabalho de um soldado da PM SP é de 40 horas semanais. A maior parte deles a cumpre em regime de plantão, que pode ser em escalas de 12h x 36h (o que ocorre na capital) 12 h x 24h ou 12h x 48h (mais utilizadas em cidades do interior). Isso possibilita, por exemplo, que o servidor possa ter um segundo emprego/atividade.

6 – Provas em várias cidades

As provas do concurso PM SP serão aplicadas na cidade de São Paulo e em mais dez municípios: Araçatuba, Bauru, Campinas, Piracicaba, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Santos, São José do Rio Preto, São José dos Campos e Sorocaba. Ou seja, as avaliações vão acontecer na capital e grandes cidades da Grande-SP e interior. Mesmo quem não residir em nenhuma dessas localidades não enfrentará dificuldades para participar do certame para soldado, dada a capilaridade de locais onde os exames acontecerão.

7 – Possibilidade de crescimento profissional

Soldado de segunda classe é o cargo inicial de uma carreira de praças da Polícia Militar-SP. Ao longo dos anos, o servidor passa por promoções e progressões, podendo ocupar os seguintes postos: soldado de primeira classe, cabo, terceiro sargento, segundo sargento, primeiro sargento e, por fim, a subtenente. Sempre que o servidor ascende a outro cargo, a remuneração é ampliada.