7 dicas para otimizar os estudos em casa

Confira dicas de especialista em preparação para concursos públicos para criar uma nova rotina de estudos durante a quarentena

Em tempos de isolamento social, muitos alunos começam a ficar com dúvidas de como aproveitar o tempo que estão em casa e como ser produtivo nos momentos de estudo.

Sempre digo que quem tem muito tempo acaba procrastinando mais. A sensação de que “ainda temos tempo” nos faz empurrar para o outro dia os nossos compromissos de estudos.

Uma das dicas é que fazer um planejamento de estudos com a finalidade de controlar o processo de aprendizado e a evolução, ou seja, o aumento no número de acertos em cada disciplina que você está estudando, sendo o mais importante a verificação dos erros nas questões para posterior aprofundamento dos temas.

Cada um tem necessidades e formas de estudar diferentes, mas com certeza algumas dicas poderão ser adaptadas e utilizadas por você. Confira quais são elas:

1. Eleja o local de estudo

O seu local de estudo deve ser silencioso para propiciar a absorção do conteúdo da forma que você precisa. Há conteúdos teóricos e outros que exigem cálculo, esse local deve ter tudo que você precisa para que esses momentos sejam aproveitados o máximo possível, ou seja, que seus livros e materiais possam estar à mão, bem como folhas para resolução de exercícios e confecção de mapas mentais e resumos das disciplinas.

2. Desconecte-se

Deixe o celular, tablet e notebook (caso seu material de estudo não esteja neles) longe, para que você não tenha curiosidade de acessar suas redes sociais e aplicativos nos períodos que você está se dedicando ao estudo. A ideia não é fazer você ficar mais isolado dos amigos e familiares, mas que você aproveite melhor seu tempo durante a quarentena.

3. Estabeleça os horários de estudo

Assim como seus compromissos e horários de aula, os horários dedicados ao estudo em casa devem ser marcados e cumpridos, não esquecendo das pausas para descanso e alimentação.

4. Escolha do material de estudo

Separe apostilas, livros e exercícios atualizados de acordo com as alterações vigentes para que você não estude errado, perdendo um precioso tempo que pode comprometer todo seu plano de estudo.

6. Estude o edital e a banca organizadora

Normalmente, as pessoas não ficam atentas às regras que estão dispostas no edital. Elas são de suma importância para que você consiga fazer um planejamento de estudos. É no edital que temos quais disciplinas e conteúdos serão cobrados na prova, a organizadora responsável pelo concurso, qual a quantidade de questões e peso das disciplinas e, além do número de etapas da seleção.

6. Resolva questões de provas anteriores

Mais do que criar ritmo de resolução de prova, a resolução de questões de provas anteriores ajudará você a decifrar as pegadinhas e o estilo de questões cobradas por cada uma das organizadoras.

7. Faça simulados periódicos

Ter uma rotina de realização de simulados ajudará você a criar ritmo de resolução de questões, traçar estratégias e treinar para o dia da prova.

Por Viviane Rocha, professora de Planejamento Estratégico de Estudos e Mestre em Psicologia Educacional e Processo de Aprendizagem na idade adulta