7 Dicas para conciliar os estudos com as festas de fim de ano

Mais um ano está chegando ao fim. Como é de costume em praticamente todas as partes do Planeta Terra, as pessoas se reúnem para celebrar o Natal (especialmente em países de maioria cristã) e o ano novo. Enquanto muitos só pensam no que vão ganhar de presentes, em garantir a ceia de Natal e em fazer as simpatias para a virada de ano, outras pessoas colocam a mão na cabeça e ficam preocupadas em como manter a rotina de estudos em meio a tanta agitação.

Para muitos concurseiros, é praticamente impossível focar nos conteúdos previstos no edital numa véspera de Natal, por exemplo, que é o dia mais agitado no ano. E mesmo que a Pandemia da Covid-19 modifique um pouco a forma como as festas de final de ano serão comemoradas em 2021, não há dúvidas que a maioria das pessoas irão dar prioridade a essas datas.

Mas o que fazer quando você só pensa na vaga e no salário dos sonhos? Nesta matéria, iremos orientar você, concurseiro, que precisa manter o ritmo de preparação para o seu concurso público, mas não quer ser excluído das confraternizações deste final de ano. Listamos sete recomendações que devem ser adotadas:

1 – Planeje o horário ideal de estudos

Saiba que os dias que marcam o Natal e o Ano Novo são dias iguais aos outros no calendário gregoriano. Se nas vésperas, há a agitação para a celebração noturna, no dia seguinte há a famosa ressaca. Portanto, você deve se planejar, com antecedência, os seus horários de estudo para os dias 24, 25 e 31 de dezembro, e também para o primeiro dia do novo ano.

Nas vésperas, especialmente, procure estudar pela manhã, quando as movimentações de familiares em torno do que será a ceia de Natal, por exemplo, é menor. Caso não seja possível, veja qual horário é mais sossegado para você ler os conteúdos sem ser interrompido.

Caso seja sua responsabilidade comprar os presentes da família, não deixe para a última hora e faça isso bem antes da véspera para não perder tempo no comércio nos dias de maior lotação.

Se por acaso você será um dos responsáveis por preparar os alimentos que serão servidos no Natal, opte por acordar mais, estudar nas primeiras horas do dia e dedique sua manhã, tarde e noite com os compromissos natalinos. A mesma regra vale caso seja você o responsável pela ceia de Ano Novo e por comprar os espumantes que irão servir (e até banhar) os convidados da confraternização.

2 – Nos dias sem festa, estude com intensidade

Por mais que o clima de Natal invada as ruas desde o início do mês de dezembro, só é Natal mesmo no dia 24. Sabendo que esse dia é uma prova de fogo para quem necessita se concentrar na preparação para um concurso, procure se dedicar intensamente aos estudos nos dias, 23, 22, 21 de dezembro, e também entre o Natal e o Réveillon.

Assim, você já estará compensando as horas em que terá que trocar as apostilas e outros materiais impressos pelos embrulhos, enfeites e taças de champanhe (se caso você consumir). Esse é o ganho para a nossa terceira recomendação.

3 – Modere na bebida e na comida

É permitido encher a pança na noite de Natal. Claro que sim! Afinal, não é todo dia que se tem chester, panetone e rabanada à mesma. Assim como é normal a pessoa celebrar com a virada de ano com uma taça de champanhe ou outra bebida similar.

Porém, tudo em excesso é um veneno. Se você pretende estudar no dia seguinte, o ideal é que modere no consumo de bebida alcoólica para não acordar com ressaca. No caso das comidas, não seja guloso e queira comer tudo o que tiver posto na ceia para você não ter que passar mais tempo no banheiro do que na sua mesa de estudos.

4 – Busque o local mais silencioso

Conforme foi dito antes, tanto a véspera de Natal como a de Ano Novo são dias em que as casas da maioria das famílias costumam ficar mais cheias, com a presença de parentes e agregados. Sendo assim, explique para as pessoas da família que você precisa de silencio para estudar por algumas horas. Use o argumento de que faltam poucos dias para suas provas, algo que cairá como uma luva para quem for prestar o concurso de recenseador do IBGE, por exemplo, em que os exames irão acontecer no primeiro trimestre de 2022.  

Acreditamos que todos os seus familiares desejam que você passe no concurso, pensando não só na sua felicidade pessoal, mas também no presente que você poderá comprar para elas no Natal seguinte. Sendo assim, eles têm a obrigação moral de colaborar com você.

Escolha o canto da casa mais tranquilo e menos povoado nesse dia e aproveite para cumprir sua rotina de preparação. Agora, se você mora sozinho e sua casa não será a sede das celebrações de Natal, pode desconsiderar essa dica. Afinal, você terá uma casa inteira preparada para você estudar.

5 – Opte por fazer revisões nos dias de festa

Com um tempo reduzido de estudos e estando mais preocupado com o que irá acontecer à noite, é preferível que você faça revisão de tudo o que você já estudou em uma determinada matéria em que merece uma fixação melhor, pois você conseguirá aproveitar com menos pressão o pouco tempo que você dispôs para esse dia.  

Não vale a pena usar a véspera de Natal ou Ano Novo para tentar aprender algo novo, pois sua cabeça pode ser que não esteja tão concentrada e você não conseguirá assimilar uma determinada lei que será cobrada na prova de Direito Constitucional para investigador da Polícia Civil, por exemplo.  

6 – O que fazer quando se tem que viajar?

Esse será o dilema de muitos concurseiros que, neste fim de ano, terão que passar o Natal ou a Virada de ano na casa de algum outro parente, dos amigos, do(a) namorado (a), enfim. Pode parecer impossível, mas dá sim para você seguir se preparando nesse contexto. Como?

Primeiro, combine com o anfitrião de que você está se preparando para prestar um concurso público e não quer abrir mão completo de tudo o que você já construiu nessa jornada até às provas objetivas. Se for possível, peça a ele um quarto somente para você se dedicar aos seus estudos.

Segundo, retomando os itens 1 e 2, planeje-se e estude com muito afinco nos dias que antecedem a viagem para você estar com o seu cronograma de preparação bem adiantado e você poder aproveitar essa viagem sem culpa.

E terceiro, não esqueça de colocar na mala seus cadernos, apostilas e demais matérias que serão essenciais para você estudar durante a viagem, caso você tenha esse intensão.

7 – Descansar faz parte do processo

Agora, se você está com a rotina de estudos em dia, e acredita que consegue passar, no máximo, dois dias sem pensar nas provas que terá que prestar no futuro, faça isso. Aproveite o fim de ano para descansar, pois o seu cérebro também precisa de descanso de momentos de prazer e bem-estar. Até porquê, nenhum concurseiro merece deixar de viver momentos de alegria, harmonia e comunhão com as pessoas que ama. Esse é o espírito do Natal e do Ano Novo.

Portanto, faça aquilo que for melhor para você nessas datas, sabendo que no dia seguinte a luta continua e você certamente irá querer fazer Festas de Fim de Ano mais prósperas para aqueles com quem se importa.