3 dicas para criar hábitos de estudo durante a quarentena

Material preparado pela Izabela Dornelas, especialista em concursos públicos e professora da Central de Concursos, com dicas para criar hábitos de estudo durante este período de quarentena.

A neurociência possui uma teoria conhecida como “A teoria dos 21 dias”, que defende que 21 dias é o tempo (mínimo) necessário para o ser humano adquirir um novo hábito. O precursor dessa teoria foi um médico cirurgião dos anos 50, chamado Maxwell Maltz, que notou um padrão comum no comportamento de seus pacientes: eles levavam pelo menos 21 dias para se adaptarem às amputações ou reconstruções. 

Ao longo do tempo, a teoria foi sendo melhor explorada, e passou a ser aplicada em diversas áreas, desde dietas e esportes, ao abandono de vícios. E por que não aplicar essa teoria na preparação para o seu concurso? O que são 21 dias para o resto de uma vida no cargo dos seus sonhos?

Você se conhece melhor do que ninguém, então cabe a você fazer uma auto análise, e perceber o que precisa ser ajustado e como esse tempo valioso pode estar a seu favor. Chamo de tempo valioso porque tenho certeza que a sua atitude durante a quarentena vai fazer enorme diferença nos seus resultados, seja positivamente ou negativamente. Que tal lançar um desafio para si mesmo, ou compartilhado com alguns amigos (on-line, por favor)?

Abaixo algumas sugestões:

21 dias para criar disciplina – estudando sempre no mesmo horário, indicado para quem tem dificuldade em estudar de forma regular.

21 dias de resolução de questões – para quem já tem uma base teórica boa ou razoável, adquirir o hábito de resolver exercícios, testar seus conhecimentos e, principalmente, corrigir os erros.

21 dias de “lei seca” – indicado para quem tem dificuldade na leitura de lei sem os comentários dos especialistas. Ler a lei sem pressa, com um dicionário ao lado para consultar palavras desconhecidas, no início parece que “não rende”, mas com um tempo, o aluno vai se familiarizando com os termos e a leitura passa a fluir naturalmente. Na hora da prova é um grande diferencial.

Essas são apenas algumas sugestões de “desafios” para que esse momento delicado passe da melhor forma para você, e seja um diferencial positivo na sua preparação.

Espero que tenham gostado das dicas. Criem seus próprios desafios e contem conosco!